10 de novembro de 2013

"Dei-te os dias, as horas e os minutos
Destes anos de vida que passaram; 
Nos meus versos ficaram 
Imagens que são máscaras anónimas
Do teu rosto proibido; 
A fome insatisfeita que senti
Era de ti, 
Fome do instinto que não foi ouvido." 

Miguel Torga 

1 comentário: