6 de outubro de 2012

caros leitores,


Caros leitores, antes demais, perdoem-me a ausência. Há fases difíceis nas nossas vidas e eu confesso que estou a atravessar uma delas. Estou feliz, sim. Muito feliz. Mas pronto, há coisas que não sabemos explicar.
Tenho sido afectada por uma crise de inspiração maior do que alguma vez tive. Peço desculpa por não escrever nada de muito elaborado e peço mais desculpa ainda por não ter tempo para aceitar nem retribuir todos os vossos comentários. Tratarei disso em breve. Estou verdadeiramente sem o mínimo de tempo. É a universidade que me ocupa todo o tempo do mundo; é o facto de vir a casa aos fins-de-semana e querer estar em família e mal conseguir; é o futsal; é querer estar com os meus amigos e não poder; e é, sobretudo, o querer mostrar dedicação a algo que é meu, que é verdadeiramente meu, que tem em si a minha vida, a minha identidade... Este blog é o melhor de mim. É o meu orgulho. Uma criação minha que nunca pensei que chegasse tão longe. E por tudo isto, me custa não ter tempo sequer para vir cá mostrar que continuo deste lado, por trás do horizontes. Outra das coisas que mais me custa é não ter um bocadinho de tempo para publicar no letras (http://letrasnocaminho.blogspot.pt/)... Orgulho-me, confesso-vos, de ter sido convidada para escrever num blog com tanta projecção e com escritores de tamanha qualidade.

Aviso-vos, desde já, que quando me surgir inspiração irei escrever no letras e não no horizontes.

Obrigada por estarem sempre ai. Prontos a dar conselhos ou força. É realmente um orgulho para mim e não se esqueçam que o horizontes também são vocês. Aliás, são vocês que movem o horizontes e que fazem valer a pena continuar com este projecto.
Comprometo-me a, em breve, aceitar e retribuir todos os vossos comentários.
Beijinhos :)

Amêndoa

1 comentário:

Aurora disse...

estarei sempre aqui <3