17 de junho de 2012

É triste, sabes? É triste como quando nos morre alguém de quem gostávamos muito. A dor é parecida. Não direi igual.
Digo, com uma enorme vontade de ir atrás de ti, de te dar dois estalos e de te dizer: «fodasse, deixa de ser casmurro!», que tenho saudades tuas e és, provavelmente, a pessoa que mais falta me faz. Acho incrível teres sido capaz de me fazer uma coisa destas logo agora. Logo agora que sabes que estou na merda. Agora que enterrei 19 anos da minha vida nesta terra pacata. O problema é isto ser um mundo muito pequeno, onde só nos temos uns aos outros, e se deixamos de nos ter o mundo acaba. Tudo à nossa volta morre. E eu sinto-me rodeada por coisas mortas. Recordações que não mais me farão sorrir, apenas chorar. Pessoas que não mais me voltarão a tocar nem falar.
O que mais me custa, agora, é saber que entreguei uma vida nas tuas mãos (sim, entreguei-te a minha vida! porque és a única pessoa que sabe a minha vida minuto a minuto, dia a dia, história por história. os meus podres, meu caro amigo! todos os meus podres entregues a ti, como se fosses o meu confidente, e eras!) e que tu brincas-te com ela e me deixaste. Abandonada. Na berma de uma estrada que não sei seguir sem ti a meu lado. Porque há 16 anos que seguíamos o mesmo caminho. E hoje, já nem sei de ti. Nem de mim. Nem de nós ou da nossa amizade que jurámos ser eterna.
Com muita pena minha, da tua sempre amiga, Pilas.

2 comentários:

Maria ♥ disse...

Não te deixes rodear de coisas mortas. Transforma tudo isso em vida... E não deixes que essa vida te fuja por entre os dedos, nunca :)

Mel disse...

É triste o sentimento de abandono, de um caminho percorrido a dois e que de repente nos é deixado, sem saber em que direcção ir. Compreendo o teu sentimento, porque também já o vivi. Mas sabes? És mais forte do que pensas, e vais conseguir continuar a caminhar ainda com mais força e um dia, alguém vai se cruzar contigo e vais voltar a caminhar com alguém ao teu lado, com quem partilhes magoas, alegrias, tristezas...e esse alguém jamais te irá abandonar! :)