3 de junho de 2012


E eu amo-te. Como se não houvesse amanhã nem hoje nem ontem. Como se o tempo não existisse na nossa vida. Como se os dias e as horas e os minutos não se contassem nem tivessem importância. Como se fossemos livres do tempo, essa coisa que tantas vezes nos prende e nos compromete. Essa coisa que tantas vezes nos impede.
Eu amo-te. Desmesuradamente. Absurdamente. Mas de nada me arrependo. Exactamente porque te amo e te quero. A meu lado. Em todos os dias da nossa vida. Sem datas de partida. Sem dias nem horas nem minutos. Apenas eu e tu. Juntos, para sempre.

2 comentários:

L' disse...

Um amor forte, belo, desmesurado. Vai dar certo :)

CatarinaFerreira* disse...

Sim, acho que mereço esse pedido de desculpas.
Eu sei muito bem que disso princesa, isso nunca esquecerei.
e tu também sabes , que eu estou e sempre estarei sempre contigo para tudo o que tu precisares e que nunca te deixarei!
Isto são fases da vida , que acontece a todos, a ti, aconteceu agora, mas depois chegamos à conclusão de que erramos e mudamos.
A sério , quando li isto fiquei mesmo muito emocionada *.*, até nem sei o que dizer.
amo-te muito irmã (L)