9 de maio de 2012

desabafos #2

A noite caiu. Está frio lá fora. O meu corpo treme e o meu coração teme. 
Entro em casa. Sento-me no chão. Estou sozinha. Está todo o mundo a apreciar a noite. Estranhamente, tremo ainda mais. E o coração, essa máquina, teme mais ainda. Percebo que não tremo de frio. Mas sim de medo. Palavras cruéis apunhalam-me segundo a segundo. Os meus olhos percorrem o chão. Depois as paredes. E o chão, novamente. E agora as mãos. Que tremem. Como se nevasse e eu estivesse exposta à neve como vim ao mundo. Sinto a neve a congelar-me o corpo. Foi o coração. Maldito ele, às vezes, não é? Tem sido mau para mim. Para nós.

2 comentários:

CatarinaFerreira* disse...

Estou aqui para tudo o que tu precisares meu amor <3

Patricia Laranjeira disse...

adorei!