31 de agosto de 2011

amo-te, simplesmente

‎"eu amo-te sem saber como, ou quando, ou a partir de onde. eu simplesmente amo-te, sem problemas ou orgulho: eu amo-te desta maneira porque não conheço qualquer outra forma de amar sem ser esta, onde não existe eu ou tu, tão intimamente que a tua mão sobre o meu peito é a minha mão, tão intimamente que quando adormeço os teus olhos fecham-se."

Pablo Neruda

17 comentários:

Sara disse...

como tu amor, obrigada <3

Catarina disse...

linda citação (: bj

Sara disse...

Sim sim fofinha!

Sara disse...

Estou sim fofinha! Acabei o Sei Lá há uma semana e estou a gostar deste. Diz qual :)

Cath disse...

Isto é que está mesmo muito bonito.

Catarina Costa disse...

AMEI, que lindo *-*

Sara disse...

tenho de acabar rápido, já estou a ver que sim. aii mazinhaa :)

Catarina disse...

obrigada querida !

RuteRita disse...

oh (; obrigada mesmoooo !

Danii disse...

oh, ainda bem que achas fofinha (':
adoro !

Ana; disse...

adorei a citação! **

Ana disse...

meu deus, fiquei pasmada com a ultima parte deste excerto :O
que lindo!

Ás de Copas disse...

que citação perfeita *.*

Vanessa ൪ disse...

É óptimo ouvir a chuva a cair e estarmos a ler ou a ver filmes :)

PR" disse...

Ouvi isto pela primeira vez no filme "Patch Adams", como gosto :)

E tens de acreditar que é possivel! Faltam dois anos, dois anos é muito tempo! Acredita :) Quero ver-te lá!

Catarina Costa disse...

ainda bem, obrigada :)

Mariana disse...

meu deus... que maravilha enorme, lindo!