19 de abril de 2011

apesar disso


"Deixei-a porque queria viver sozinho. Não suporto os cheiros das outras pessoas, nem as caras que fazem, nem a maneira como se sentam, à mesa ou em frente da televisão. Quero viver sozinho porque não preciso de ninguém, muito menos de uma mulher que faz de tudo um problema. E apesar disso, estou aqui sentado neste sofá, pelo sétimo dia, e não penso em mais nada a não ser nela. Não tenho um momento de sossego, porque ela está presente o tempo todo. Isto remexe-me de tal maneira que nem dormir consigo. O coração bate-me da nuca às pontas dos dedos."

in Os Paraísos do Caminho Vazio - Rosa Liksom

8 comentários:

Queu disse...

Adoro a última frase!

Pois, eu disse...

Gostei deste texto :)

joana disse...

óh.. obgd na msm :)

Cátia Mourisca disse...

que lindo!

Cath disse...

para Salou. voltei dia 15 :)

Pois, eu disse...

Nao faz mal ;) Eu é que nao tinha percebido (:

Ana Luísa disse...

de onde exactamente? :p

RuteRita disse...

meu deus, que perfeito !
nao é nada amor