20 de março de 2011

o único homem



"De tanto respirarmos o mesmo ar ficámos sem oxigénio. Mas agora estou outra vez sozinha e saboreio a solidão como um luxo e a liberdade como um troféu. Não consigo deixar de pensar que deixei partir o único homem que amei verdadeiramente, totalmente, com o corpo, a alma, o coração e a cabeça. Onde estará ele agora?"

3 comentários:

joanarocha :) disse...

esta lindo querida *-*

Danii disse...

Como te entendo meu bem :x

Marta ☮ disse...

a esta hora, deve estar a perguntar onde estarás tu, se calhar *