17 de outubro de 2010

enganaste-me

Lembro-me de em tempos ter agradecido o facto de surgires na minha vida tão repentinamente. Lembro-me também de achar incrível a forma como conseguias espalhar a tua magia no meu coração com palavras tão vulgares. Mexias comigo, confesso. Eras diferente. Ou melhor, parecias ser diferente. A minha esperança de encontrar alguém que me tratasse bem e que se preocupasse comigo não morreu quando tu apareceste. Tive a prova que a esperança é a última a morrer. E tive também a prova de que quando menos esperamos há sempre alguém... Sempre me deste indícios de que havia possibilidades, deste-me a entender que não eras tempo perdido... E eu acreditei mesmo que não eras tempo perdido. Acreditei ou então quis acreditar. Mas já me tinha mentalizado que tu estavas disposto a seguir em frente. Tal como eu.
Abriste-me a tua porta. E não tentes negar porque sabes tão bem como eu que foste tu que me deste os sinais de que eu precisava para ter a certeza. Mas o pior não foi teres-me aberto a porta, o pior foi pedires-me para entrar. Se eu tivesse ficado à porta, hoje não seria tão difícil ter de voltar a trás. E depois de entrar, acredita, é muito mais difícil conseguir sair.
Hoje não consigo agradecer-te nada. Não consigo agradecer-te nem uma palavra. Pensei mesmo que eras diferente, mas não... És igual aos outros todos. TODOS! É esta a impressão que eu tenho de ti neste momento. Se te arrependeres, eu saberei perdoar-te. Se achares que não tenho a impressão certa que devia ter de ti, eu estou disposta a deixar-te intervir. Mas hoje, hoje o que eu sinto é que me enganas-te. Sinto que gozas-te comigo. Sinto que tinhas tudo planeado até ao golpe final. Sinto que foste uma besta! Sim, uma besta!
Ainda não acredito no que me fizeste. Se há um motivo, diz-me. Mas sê plausível, por favor.
Foste e és uma desilusão. Mudar isto? Cabe-te a ti, J.

7 comentários:

Vanessa disse...

Comoo te entendo :x

CatarinaFerreira* disse...

Oh amor ;s o texto está mesmo sentido!
Mas eu só espero que consigas erguer a cabeça e que consigas seguir em frente*
Força minha caracoleta
AMO-TE!

Sara Martins disse...

adoro Princesa <3

Vanessa disse...

é mau, mas tudo passa :)

Anónimo disse...

para quem é este texto????

Amêndoa disse...

sejas lá quem fores, se pensas que é para o RF, podes tirar o cavalinho da chuva pq não é!

joanapereira disse...

" A pior coisa no sexo oposto é terem duas cabeças e, incrivelmente, usarem a errada para pensar . "
está lindo o texto , gostei :)