12 de outubro de 2010

15# Carta para a pessoa da qual tens mais saudades.

Detesto isto, sabes!? Detesto mesmo. Detesto ter saudades de alguém; detesto desejar ter certas pessoas ao meu lado mesmo sabendo que não as terei; mas acima de tudo, detesto ter saudades tuas e sentir que não estamos de consciência leve um com o outro. É mais uma carga que eu carrego, no meio de tantas outras. Mas é das mais pesadas, e é isso que mais me custa! É que estamos não só longe da vista mas também longe do coração, entendes?! Nunca te lembras que eu existo. Só queres saber de mim quando estás cá. Vemos-nos uma vez por ano, duas no máximo! Diz-me, que tipo de amizade pensas tu ser a nossa?
Ah. Ainda não te perdoei aquilo que me fizeste quando te foste embora e ainda nem sequer te deste ao trabalho de pedir desculpa, nem quiseste saber se estava tudo bem...
Eu gosto muito de ti, e tu sabes disse melhor que ninguém... Orgulho-me de tudo aquilo que já fomos, orgulho-me das barreiras que ultrapassamos juntos e do mau passado que esquecemos... Considero-te como um irmão!
Às vezes não te percebo, a sério.
E olha, uma namorada não é tudo na vida. Não podes deixar os teus amigos que sempre estiveram do teu lado assim do nada.
E fico por aqui.

7 comentários:

ti em mim disse...

perdia todos os fãs que tem!

jo disse...

comigo passa-se exactamente o mesmo, mas vejo-o todos os dias ;)

Ana M. disse...

adoreii !
as saudades são tão crueis :/

ti em mim disse...

nem tu acreditas no que estás a dizer, e tu própria deixarias de gostar dela!

- joanarocha disse...

sim querida , eu sei que é mesmo isso que tenho que fazer ...

Vanessa disse...

Gostei *

jo disse...

depende. agora já aceito a nova vida dele. sei que ainda gosta muito de mim, e sei que sabe que eu terei sempre lugar para a amizade dele na minha vida. não devia, mas tenho, por tudo aquilo que já vivemos juntos.
(falo do meu melhor amigo)