8 de setembro de 2010

amar é sofrer

«É preciso acreditar como da primeira vez, é preciso confiar, é preciso pensar que a tal pessoa certa para nós existe mesmo e que todos podemos ter sorte na vida.»

É preciso acreditar, sim. É preciso confiar, sim. Mas a experiência fala mais alto na maior parte das vezes. Sempre ouvi dizer que quem ama sofre... E eu pergunto: mas não é suposto o amor servir para nos fazer feliz? O amor não é a essência de tudo? O amor não aquilo que mais nos faz sentir realizados? Então, se o amor é isso tudo, se o amor faz parte de nós, qual é o objectivo de sofrer por amor?
Todos sabemos que o amor é capaz de nos pregar grandes partidas. Hoje podemos estar felizes por amor, mas amanhã quem sabe se ele não passa por cima de nós e nos desfaz...
E os desgostos... Quem sofre um desgosto de amor pode levar anos para curar a cicatriz! Pode levar anos a confiar, anos a acreditar! Pode preferir jogar pelo seguro e perder o amor da sua vida apenas porque o seu passado amoroso a fez cair num poço bem fundo... E, apesar de se ter levantado, tem medo de voltar a cair e repetir tudo de novo!
E tu? Sabes quanto tempo vou ter de viver com esta cicatriz? Sabes quanto tempo vou ter de viver para esquecer? Sabes quanto tempo vou levar a voltar a acreditar, a confiar?
Não sabes. Nem percebes...
Mas eu sei, sei o que sinto e sei que não serei a única a sofrer as consequências dos teus actos! A próxima pessoa que me quiser conquistar também vai sofrer com isto... E vai ter muito batalhar até obter a minha confiança...
E agora, diz-me... O teu arrependimento?

5 comentários:

Moreira disse...

ui ui...quantas vezes já me questionei sobre isso...mas sem resposta... Força, é dificil mas tem que se superar... ;)

s. disse...

adorei, está perfeito!
vou seguir *

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

espero qeu tenhas gotado do meu blog amiga....vou lendo este blog...beijos

Butterflies disse...

O amor pode deixar magoas, tristezas, mas concerteza enquanto ele é um sentimento maravilhoso vale a pena se arriscar para amar.

Sara Martins disse...

como sempre, LINDO amor <3