9 de abril de 2010

adeus.

Já não penso em ti daquela maneira fanática como pensava... Já não te desejo daquela maneira tão forte e intensa como desejava... Já não te amo como amava. Mas claro, ainda não me és indiferente! Eu tomei uma decisão... Vou esquecer-te custe o que custar! Abri os olhos! Não, não me mereces! Não faço o teu género mas tu também vais deixar de ser o meu, acredita!
Vais roer-te por eu te mostrar que sou de facto indiferente  ás tuas atitudes e à tua presença! Talvez eu me roa também por dentro mas não te vou dar isso a mostrar por fora! Podes ter a certeza!
Evito com todas as minhas forças pensar em ti, falar de ti, lembrar-me de ti... Evito! Evito fazé-lo sobretudo quando estou sozinha e sei que vou acabar por cair  no ciclo vicioso... Por isso previno-me e tomo precauções!
A minha maior ajuda neste momento? A música! Para onde quer que vá levo a música. Onde quer que esteja tenho música! Até no banho... Sim, no banho! E resulta. Acabo a cantar e esqueço-me dos problemas...


O problema surge quando estou na cama sozinha... Pôr música é quase impossivel porque não moro sozinha, óbvio, e ouvi-la baixinho não me satisfaz!
E sabes o que me apetece nessa altura? Calçar-me, vestir um casaco, arranjar 2 ou 3 cigarros vindos do nada, abrir a porta sem fazer barulho e sair! Aperciar a noite sem me preocupar. Ver as estrelas e a lua. Sentir a brisa fria da noite e tremer. Ouvir barulhos estranhos e assustadores e ignorar. Ignorar como tu me ignoras a mim! Fumar os cigarros com calma e sentir a liberdade! A LIBERDADE que ganhei porque finalmente me libertei de ti! Pensar que te vais arrepender e eu vou estar ali para te ver perder na vida. Para te ver na merda e gozar-te!
Sim, podes ter a certeza que um dia te vou esquecer! E acredita que esse dia já esteve mais longe!
E depois vou pensar: FODE-TE!


Estragas-te a minha vida nos últimos tempos.. Mas eu garanto-te que não vais continuar a fazé-lo daqui para a frente! A raiva que te tenho dava p'ra te pôr no céu ou mesmo no inferno sem sequer pensar duas vezes! Percebeste? ACABOU! ACA-BOOOOOU!
ADEUS! Vai morrer longe! Da minha parte, estás enterrado!

Sem comentários: